Notícias sobre o concurso da Polícia Militar do RJ.

Polícia Militar - RJ: tudo sobre o concurso para conseguir uma das seis mil vagas para soldado da PM

Enviado por: admin em: 21-12-2013 20:12:39 (549 leituras) Polícia Militar do RJ

Concurso de soldado da Polícia Militar

Deseja fazer o curso preparatório para soldado da Polícia Militar do RJ? CLIQUE AQUI.

A Polícia Militar do Rio abriu suas portas para o ingresso de seis mil jovens. Mas, para iniciar a carreira de soldado da corporação, é preciso disputar uma vaga no concurso público que tem inscrições abertas até o dia 16 de janeiro.

Saiba mais sobre o concurso público

Exigências

Para concorrer, é preciso ter nível médio completo, carteira de habilitação e idade de 18 (no curso de formação) a 30 anos (no ato de inscrição). Para candidatos do sexo masculino, a altura mínima exigida é de 1,65m. Para as mulheres, de 1,60m.

Reserva de vagas

Do total de vagas, 20% serão destinadas aos candidatos que se declararem negros ou índios no ato da inscrição.

Inscrição

O cadastramento dos interessados deve ser feito pelo site Exatus Consultoria (www.exatuspr.com.br). A taxa é de R$ 100. Quem não tiver acesso à internet pode comparecer ao Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP), na Avenida Marechal Fontenelle 2.906, em Sulacap, nos dias úteis, das 9h às 17h.

Processo seletivo

A seleção conta com sete etapas eliminatórias: exame intelectual, avaliação psicológica, exame antropométrico, teste físico, exame toxicológico, avaliação médica e investigação social.

Exame intelectual

As provas estão marcadas para o dia 23 de fevereiro. Os candidatos farão uma redação e uma prova objetiva com questões de Língua Portuguesa (dez perguntas), Sociologia (cinco), Geografia (cinco), História (cinco), Legislação de Trânsito (cinco), Informática (cinco) e Direitos Humanos (cinco). Para ser aprovado, será preciso acertar metade das questões de Língua Portuguesa (50%) e 40% das questões das demais disciplinas. A redação vale dez pontos, e os interessados precisam obter, pelo menos, cinco pontos para serem aprovados.

Redação

Todos farão a redação, mas somente serão corrigidos os textos dos aprovados na prova objetiva em até cinco vezes o número de vagas (30 mil aprovados).

Testes físicos

Para os homens, os testes físicos serão compostos por tração na barra fixa (duas repetições), abdominal tipo remador (35 repetições) e corrida de 2.200 metros em 12 minutos. Para as mulheres, essa etapa exigirá flexões de braços e antebraços (15 repetições), abdominal tipo remador (25 repetições) e corrida de 1.800 metros em 12 minutos.

Formação

Os aprovados em todas as etapas serão convocados para o curso de formação, que acontece no Centro de Formação de Praças (Cfap), em Sulacap.

Cadastro de reserva

Além das vagas iniciais, outras poderão ser abertas durante a validade do concurso, que será de dois anos, prorrogável por igual período.

Saiu novo edital para 6 mil vagas. Prova no dia 23 de fevereiro

Enviado por: admin em: 17-12-2013 23:50:44 (519 leituras) Polícia Militar do RJ

Concurso da Polícia MilitarApós quase cinco meses de espera, a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) divulgou o novo edital do concurso para 6 mil vagas de soldado, trazendo o cronograma da primeira etapa da seleção. As inscrições serão aceitas a partir desta quarta, dia 18, até 16 de janeiro, no site da Exatus, organizadora. As provas objetivas e a redação estão programadas para o dia 23 de fevereiro.

Para concorrer, é necessário ter o nível médio ou concluí-lo até a data prevista para a pesquisa social. Além da escolaridade, também são requisitos: carteira de habilitação (exceto a categoria A), altura mínima de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens, e idade entre 18 (na matrícula) e 30 anos (até o fim do período de inscrição). A remuneração inicial é de R$2.382,89 mensais. Das 6 mil vagas oferecidas, 5.400 são para homens e 600 para mulheres. Conforme lei estadual, 20% das vagas são destinadas a negros e índios. Em virtude da natureza do cargo, não há reserva para portadores de deficiência.
Após preencher a ficha, o candidato deve imprimir o boleto e efetuar o pagamento da taxa, de R$100, em qualquer agência bancária. Quem não tiver acesso à internet poderá utilizar os computadores disponíveis no Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP), entre 9h e 17h, de segunda a sexta (exceto feriados). Pedidos de isenção da taxa serão aceitos nos dias 18, 19 e 20 deste mês pelo site da organizadora. A documentação que comprove a carência socioeconômica deverá ser encaminhada, via Sedex ou Aviso de recebimento (AR), para a Exatus. O resultado das isenções está programado para o dia 6 de janeiro.
O concurso constará de sete etapas, sendo a primeira o exame intelectual, com duração de cinco horas. O candidato deverá optar em qual cidade realizará, de acordo com o item 5.8 do edital. A prova objetiva será composta por 40 questões, distribuídas por Português (dez), História, Geografia, Sociologia, Informática, Legislação de Trânsito e Direitos Humanos (com cinco questões cada). Também haverá redação, entre 20 e 30 linhas. Só serão corrigidos os textos dos 30 mil primeiros classificados.
A segunda etapa será o exame psicológico, eliminatório, tendo como objetivo aprovar os candidatos que possuem funções mentais e habilidades específicas, além de características de personalidade compatíveis com o cargo. A terceira fase constará de exame antropométrico, cuja avaliação será feita através do Índice de Massa Corporal (IMC). Já o exame físico (4ª etapa), de caráter eliminatório, constará das seguintes provas: os homens farão tração na barra fixa (duas repetições), 35 abdominais tipo remador e corrida de 2.200 metros em 12 minutos. Já para mulher serão cobradas 15 flexões de braços e antebraços, 25 abdominais tipo remador e corrida de 1.800 metros em 12 minutos. Ainda haverá teste toxicológico, exame médico e investigação social e documental (5ª, 6ª e 7ª etapas, respectivamente).
Serviço
Inscrições online: www.exatuspr.com.br
Posto de inscrição: Centro de recrutamento e Seleção de Praças (CRSP) - Avenida Marechal Fontenelle, n.º 2906, Sulacap, Rio de Janeiro, RJ
Envio da documentação para isenção da taxa: Exatus Promotores de Eventos e Consultoria – Rua Sinop, 631, Iporã, Centro, Paraná, CEP: 87.560-000

Soldado da PM-RJ: corporação responde ofício, mas calendário segue indefinido

Enviado por: admin em: 10-12-2013 17:00:00 (559 leituras) Polícia Militar do RJ
As indagações do deputado estadual Wagner Montes (PSD) relativas ao concurso para soldado da Polícia Militar foram respondidas pela corporação, mas permanece a indefinição quanto ao cronograma, embora o edital tenha sido divulgado em julho e a organizadora já esteja contratada. O ofício do parlamentar foi respondido pelo comandante-geral da PM, coronel José Luís Castro Menezes, na última sexta-feira, dia 6, esclarecendo os motivos da demora na abertura das inscrições do concurso para 6 mil vagas de soldado, além da convocação dos aprovados da última seleção. “O lançamento do edital do novo concurso para o Curso de Formação de Soldados (CFSD) teve como objetivo dar publicidade do conteúdo programático e demais etapas do certame, para auxiliar os candidatos na sua preparação. Porém, até o momento não há previsão do período de inscrição e aplicação das provas”, afirmou o coronel José Luís Castro Menezes.
Já foi cogitado que um dos possíveis entraves à definição do cronograma do novo concurso seria a convocação dos aprovados na seleção de 2010, em especial um grupo de mulheres. De acordo com o comandante-geral, a validade do concurso era de dois anos, podendo ser prorrogada por igual período, fato que não ocorreu. Segundo o coronel, até o momento foram apresentadas 26 turmas, sendo ocupadas 9.751 vagas por candidatos do sexo masculino e 1.434 pelo feminino. Todos os candidatos homens foram chamados, totalizando 24.381. E 3.945 mulheres de um total de 10.294, restando ainda 6.349 aprovadas e fora das vagas.
“Após o término de validade do concurso e preenchida a totalidade do número de vagas previstas no edital, não há previsão para o preenchimento de vagas adicionais. A PM-RJ só convocará os candidatos excedentes com a abertura de novas vagas”, explicou. Inicialmente, o edital do concurso de 2010 previa 3.600 vagas, sendo 2.800 para candidatos do sexo masculino e 800 para o feminino. Posteriormente foram autorizados os aumentos do número de vagas para 7 mil, sendo acrescidas 3.200 vagas para candidatos do sexo masculino e 200 para o feminino. E depois para 11 mil, sendo acrescidas 3.500 vagas para homens e 500 para mulheres. E por fim, 13 mil vagas, sendo acrescidas 2 mil para candidatos masculinos.
Ainda de acordo com o comandante-geral, continuam previstas 6 mil vagas para o novo concurso de soldado, sendo 5.400 para candidatos masculinos e 600 para femininas. “O número de vagas oferecido neste novo edital não depende do chamado dos candidatos aprovados no concurso anterior”, salientou. Para a função, além do nível médio, é preciso possuir carteira de habilitação, no mínimo na categoria “B”. A comprovação desses requisitos ocorrerá na fase de entrega dos documentos. Também são requisitos a altura mínima de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens, além de idade entre 18 (na matrícula) e 30 anos (até o fim do período de inscrição).
O salário é de R$2.382,89, porém a remuneração inicial pode ultrapassar R$5 mil, pois são pagas gratificações a quem faz curso de qualificação (R$350) e trabalha em Unidade de Polícia Pacificadora (R$750). Os soldados que se voluntariam para trabalhar na folga, no sistema RAS (Regime Adicional de Serviço), recebem R$150 por oito horas/dia e R$225 por 12 horas/dia. São permitidos até oito RAS por mês. Os selecionados terão direito a benefícios como assistência médico-hospitalar (inclusive para os dependentes), alimentação,  fardamento, entre outros. O concurso constará de sete etapas, com a organizadora (Exatus), sendo responsável pelos exames intelectual (prova objetiva e redação), médico e psicológico. As demais fases (exames antropométrico, físico, toxicológico e investigação social e documental) ficarão a cargo da corporação.

Polícia Militar do RJ: candidatos indignados lançam abaixo-assinado

Enviado por: admin em: 30-11-2013 22:01:02 (441 leituras) Polícia Militar do RJ
Concurso da Pm RJFuturos candidatos ao concurso para 6 mil vagas de soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), indignados com a demora da divulgação do cronograma, criaram um abaixo-assinado “Edital da PMERJ”, no site “Petição Pública”, para cobrar do governador do estado, Sérgio Cabral, agilidade na definição do prazo de inscrição e de todas as etapas da seleção. Até a manhã da última quarta-feira, dia 27, 421 assinaturas já haviam sido coletadas. De acordo com o documento, o edital do concurso estava previsto para o início deste ano, porém teve a sua data de liberação postergada devido a problemas não esclarecidos pela corporação. Desde abril de 2012, quando a seleção foi cogitada pelo ex-chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Pessoal (CRSP) tenente-coronel Roberto Vianna, com a abertura do concurso anunciada para janeiro de 2013, milhares de interessados vêm se preparando arduamente.

São 6 mil vagas de soldado. 2º grau

A Polícia Militar do Rio de Janeiro (PM-RJ) planeja preencher 6 mil vagas de soldado por meio de concurso, 600 delas por mulheres, e incluirá cotas para negros e índios, conforme edital publicado em 22 de julho. De acordo com as normas, para ser soldado, além do nível médio, é preciso possuir carteira de habilitação, no mínimo, na categoria “B”. A comprovação desses requisitos ocorrerá na fase de entrega dos documentos. Também são requisitos a altura mínima de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens, além de idade entre 18 (na matrícula) e 30 anos (até o fim do período de inscrição).


Concurso de soldado da PMERJ

O salário é de R$2.382,89, porém a remuneração inicial pode ultrapassar R$5 mil, pois são pagas gratificações a quem faz curso de qualificação (R$350) e trabalha em Unidade de Polícia Pacificadora (R$750). Os soldados que se voluntariam para trabalhar na folga, no sistema RAS (Regime Adicional de Serviço), recebem R$150 por oito horas/dia e R$225 por 12 horas/dia. São permitidos até oito RAS por mês. Os selecionados terão direito a benefícios, como assistência médico-hospitalar (inclusive para os dependentes), alimentação e fardamento, entre outros.

O concurso constará de sete etapas, com a organizadora sendo responsável pelos exames intelectual (prova objetiva e redação), médico e psicológico. O exame intelectual terá duração de cinco horas. A prova objetiva será composta por 40 questões, distribuídas pelas disciplinas de Português (dez), História, Geografia, Sociologia, Informática, Legislação de Trânsito e Direitos Humanos (com cinco questões cada). Também será aplicada uma redação, que deverá ter entre 20 e 30 linhas. Só serão corrigidos os textos de até cinco vezes o número de vagas oferecido. As demais fases (exames antropométrico, físico, toxicológico e investigação social e documental) ficarão a cargo da corporação.

Soldado da PM-RJ: deputado ainda aguarda explicações do comandante

Enviado por: admin em: 22-11-2013 10:30:00 (452 leituras) Polícia Militar do RJ
Concurso PMERJO deputado estadual Wagner Montes (PSD) continua no aguardo das respostas de um ofício encaminhado no último dia 7, ao comandante-geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ), coronel José Luís Castro Menezes. O intuito é obter informações sobre a demora na divulgação do cronograma do novo concurso para 6 mil vagas de soldado (cujo edital já foi divulgado), além da convocação dos aprovados da última seleção.

O parlamentar acredita que o comandante da PM responda às perguntas do documento em curto espaço de tempo, mas caso isso não aconteça, ele encaminhará um outro ofício ao coronel José Luís Castro Menezes. Apesar da evidente necessidade de novos policiais militares nas ruas, principalmente em virtude do aumento dos índices de violência no estado, as inscrições do concurso não serão abertas por enquanto.  o Centro de Recrutamento e Seleção de Praças e a Assessoria de Imprensa da corporação informaram que não há previsão para divulgação do cronograma.

De acordo com o edital do concurso, para concorrer ao cargo de soldado é preciso ter o nível médio ou concluí-lo até a data prevista para a pesquisa social. Além de possuir carteira de habilitação, no mínimo na categoria “B”. A comprovação desses requisitos ocorrerá na fase de entrega dos documentos.  Também são requisitos a altura mínima de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens, além de idade entre 18 (na matrícula) e 30 anos (até o fim do período de inscrição). O salário é de R$2.382,89, porém a remuneração inicial pode ultrapassar R$5 mil, pois são pagas gratificações a quem faz curso de qualificação (R$350) e trabalha em Unidade de Polícia Pacificadora (R$750). Os soldados que se voluntariam para trabalhar na folga, no sistema RAS (Regime Adicional de Serviço), recebem R$150 por oito horas/dia e R$225 por 12 horas/dia. São permitidos até oito RAS por mês. As inscrições serão realizadas no site da Exatus, em período a ser definido. A taxa será de R$100, e a isenção poderá ser solicitada pelos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e integrantes de família de baixa renda.

O concurso constará de sete etapas, com a organizadora sendo responsável pelos exames intelectual (prova objetiva e redação), médico e psicológico. A prova objetiva será composta por 40 questões, distribuídas pelas disciplinas de Português (dez), História, Geografia, Sociologia, Informática, Legislação de Trânsito e Direitos Humanos (com cinco questões cada). Também será aplicada uma Redação, que deverá ter entre 20 e 30 linhas. As demais fases (exames antropométrico, físico, toxicológico e investigação social e documental) ficarão a cargo da corporação.