Notícias sobre os principais concursos públicos estaduais.

Corpo de Bombeiros RJ: 1.060 vagas para o nível médio

Enviado por: admin em: 01-10-2013 18:56:26 (568 leituras) Concursos Públicos Estaduais

BombeirosUm dos mais aguardados concursos de 2013 é o do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (CMERJ), que deverá oferecer 1.060 vagas, sendo 910 para soldado combatente e 150 para guarda-vidas. A diretoria-geral da corporação informou na última terça, dia 17, que a previsão é de que o edital seja publicado até dezembro. Por isso, os interessados não podem perder tempo e devem iniciar logo os estudos. Os trâmites da seleção junto à Secretaria Estadual de Planejamento (Seplag) avançaram nos últimos dias e a expectativa é de que o concurso seja autorizado a qualquer momento. O pedido foi encaminhado para análise da Comissão de Acompanhamento das Despesas de Pessoal (Coape), que é responsável por avaliar todas as iniciativas que envolvam despesas de pessoal do governo do Estado. Participam da comissão os secretários de Planejamento, Casa Civil, Fazenda e Governo, além do diretor-presidente do Rioprevidência.

O Corpo de Bombeiros já havia recebido autorização da Seplag para abrir concurso no final do primeiro semestre, mas como foi acordado com o governo um aumento da oferta de vagas, foi necessário a corporação encaminhar uma nova solicitação. Por isso, a expectativa de que o novo sinal verde por parte da Seplag não demore a acontecer. Segundo a diretoria-geral do CBMERJ, após o aval da Seplag, o edital será divulgado, abrangendo os dois cargos. Ainda de acordo com o setor, a corporação está em negociações com a Funcefet para organizar a seleção, porém não soube precisar um prazo para oficialização dessa escolha. “Assim que a Seplag der o aval, o edital será liberado em curto espaço de tempo”, disse o tenente-coronel Fernando Fumaux, da Diretoria-Geral de Pessoal dos Bombeiros.

O cargo de soldado combatente requer o nível médio e carteira de habilitação na categoria “B”. A remuneração inicial é de R$2.526,80. Os futuros candidatos deverão ter menos de 51 anos, no ato da posse. O regime de contratação será o estatutário, garantindo a estabilidade empregatícia. Para quem pretende concorrer a soldado combatente, o diretor-geral de Pessoas dos Bombeiros, coronel Gilvan de Castro, já havia informado que o programa será o mesmo da seleção para motorista, realizada no ano passado. A única diferença é que não haverá Legislação de Trânsito. Ou seja, os candidatos serão avaliados somente por meio de questões de Língua Portuguesa e Matemática. A seleção anterior para soldado combatente, os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva, teste de capacitação física, exames de saúde, social e documental e, por fim, curso de formação, ministrado pela própria corporação com duração de seis meses. O exame objetivo constou de 40 questões, distribuídas pelas disciplinas de Língua Portuguesa e Raciocínio Lógico. Já na etapa dos exames físicos, os candidatos foram submetidos à corrida de meio fundo (2.400m), corrida de velocidade (100m), abdominal (30 repetições), barra (três repetições) e natação (50m).

O último concurso para guarda-vidas do CBMERJ, foi organizado pela FunRio, em 2008, para 300 vagas. Podiam participar os candidatos nascidos a partir de 1º fevereiro de 1984. Além disso, era necessário ter altura mínima de 1,60m (para ambos os sexos); ser brasileiro; estar em dia com as obrigações eleitorais e militares e possuir os documentos comprobatórios da escolaridade exigida para o cargo (ensino médio completo).  Na época, os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva, teste de aptidão física (corrida de meio fundo (2.400m), corrida de velocidade (100m), abdominal (35 repetições), barra (3 repetições) e natação (50m), teste de habilidade específica e exames de saúde, social e documental. O exame objetivo constou de 40 questões, distribuídas por Língua Portuguesa e Matemática. Segundo a Diretoria-Geral de Pessoal, o conteúdo programático será o mesmo da última seleção, exceto o teste de habilidade específica (piscina e praia).

Corpo de Bombeiros RJ: 1.060 vagas para o nível médio

Enviado por: admin em: 22-09-2013 10:12:16 (598 leituras) Concursos Públicos Estaduais

Corpo de BombeirosUm dos mais aguardados concursos de 2013 é o do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (CMERJ), que deverá oferecer 1.060 vagas, sendo 910 para soldado combatente e 150 para guarda-vidas. A diretoria-geral da corporação informou na última terça, dia 17, que a previsão é de que o edital seja publicado até dezembro. Por isso, os interessados não podem perder tempo e devem iniciar logo os estudos. Os trâmites da seleção junto à Secretaria Estadual de Planejamento (Seplag) avançaram nos últimos dias e a expectativa é de que o concurso seja autorizado a qualquer momento. O pedido foi encaminhado para análise da Comissão de Acompanhamento das Despesas de Pessoal (Coape), que é responsável por avaliar todas as iniciativas que envolvam despesas de pessoal do governo do Estado. Participam da comissão os secretários de Planejamento, Casa Civil, Fazenda e Governo, além do diretor-presidente do Rioprevidência.

O Corpo de Bombeiros já havia recebido autorização da Seplag para abrir concurso no final do primeiro semestre, mas como foi acordado com o governo um aumento da oferta de vagas, foi necessário a corporação encaminhar uma nova solicitação. Por isso, a expectativa de que o novo sinal verde por parte da Seplag não demore a acontecer. Segundo a diretoria-geral do CBMERJ, após o aval da Seplag, o edital será divulgado, abrangendo os dois cargos. Ainda de acordo com o setor, a corporação está em negociações com a Funcefet para organizar a seleção, porém não soube precisar um prazo para oficialização dessa escolha. “Assim que a Seplag der o aval, o edital será liberado em curto espaço de tempo”, disse o tenente-coronel Fernando Fumaux, da Diretoria-Geral de Pessoal dos Bombeiros.

O cargo de soldado combatente requer o nível médio e carteira de habilitação na categoria “B”. A remuneração inicial é de R$2.526,80. Os futuros candidatos deverão ter menos de 51 anos, no ato da posse. O regime de contratação será o estatutário, garantindo a estabilidade empregatícia. Para quem pretende concorrer a soldado combatente, o diretor-geral de Pessoas dos Bombeiros, coronel Gilvan de Castro, já havia informado que o programa será o mesmo da seleção para motorista, realizada no ano passado. A única diferença é que não haverá Legislação de Trânsito. Ou seja, os candidatos serão avaliados somente por meio de questões de Língua Portuguesa e Matemática. A seleção anterior para soldado combatente, os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva, teste de capacitação física, exames de saúde, social e documental e, por fim, curso de formação, ministrado pela própria corporação com duração de seis meses. O exame objetivo constou de 40 questões, distribuídas pelas disciplinas de Língua Portuguesa e Raciocínio Lógico. Já na etapa dos exames físicos, os candidatos foram submetidos à corrida de meio fundo (2.400m), corrida de velocidade (100m), abdominal (30 repetições), barra (três repetições) e natação (50m).

O último concurso para guarda-vidas do CBMERJ, foi organizado pela FunRio, em 2008, para 300 vagas. Podiam participar os candidatos nascidos a partir de 1º fevereiro de 1984. Além disso, era necessário ter altura mínima de 1,60m (para ambos os sexos); ser brasileiro; estar em dia com as obrigações eleitorais e militares e possuir os documentos comprobatórios da escolaridade exigida para o cargo (ensino médio completo).  Na época, os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva, teste de aptidão física (corrida de meio fundo (2.400m), corrida de velocidade (100m), abdominal (35 repetições), barra (3 repetições) e natação (50m), teste de habilidade específica e exames de saúde, social e documental. O exame objetivo constou de 40 questões, distribuídas por Língua Portuguesa e Matemática. Segundo a Diretoria-Geral de Pessoal, o conteúdo programático será o mesmo da última seleção, exceto o teste de habilidade específica (piscina e praia).

Bombeiros: Avança pedido de abertura de novo concurso

Enviado por: admin em: 16-09-2013 15:57:02 (534 leituras) Concursos Públicos Estaduais

BombeirosDe acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), o pedido do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro para realização de um novo concurso para 1.060 vagas já foi analisado pela Subsecretaria de Carreiras, Remuneração e Desenvolvimento de Pessoas da pasta, que encaminhou a solicitação para análise da Comissão de Acompanhamento das Despesas de Pessoal (Coape). Participam da comissão os secretários de Planejamento e Gestão, Casa Civil, Fazenda e Governo, além do diretor-preidente do Rioprevidência. A comissão é responsável por avaliar todas as iniciativas que envolvam despesas de pessoal do governo do Rio de Janeiro. Das 1.060 vagas, 910 são para o cargo de soldado combatente e 150 para guarda-vidas. O cargo de soldado requer o nível médio e carteira de habilitação na categoria “B”. A remuneração inicial é de R$2.526,80. Os futuros candidatos deverão ter menos de 51 anos, no ato da posse. O regime de contratação é o estatutário, garantindo a estabilidade empregatícia.

Para quem pretende concorrer a soldado combatente, o diretor-geral de Pessoas dos Bombeiros, coronel Gilvan de Castro, já havia informado que o programa será o mesmo da seleção para motorista, realizada no ano passado. A única diferença é que não haverá Legislação de Trânsito. Ou seja, os candidatos serão avaliados somente por meio de questões de Língua Portuguesa e Matemática. Já o último concurso para guarda-vidas dos Bombeiros foi organizado pela FunRio, em 2008 (março), para 300 vagas. Puderam participar os candidatos nascidos a partir de 1º de fevereiro de 1984, ou seja, com até 23 anos. Além disso, era necessário ter altura mínima de 1,60m (para ambos os sexos) e o ensino médio completo. Segundo a Diretoria- Geral de Pessoal, o conteúdo programático será o mesmo da última seleção, exceto o teste de habilidade específica (piscina e praia).

Edital para 100 vagas de fiscal sai em breve

Enviado por: admin em: 04-09-2013 23:14:34 (594 leituras) Concursos Públicos Estaduais
SefazQuem possui nível superior e deseja alcançar a estabilidade empregatícia terá boa oportunidade no concurso para 100 vagas de auditor fiscal da Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro (Sefaz-RJ), cujo edital deve ser publicado em breve. A remuneração é de R$13.186,76, para carga de trabalho de 40 horas semanais. A Fundação Carlos Chagas (FCC) já foi confirmada como organizadora do concurso.
 
A taxa de inscrição será no valor de R$180. O cronograma ainda não foi divulgado. Os interessados devem atentar para as mudanças em relação às últimas seleções para o cargo. Desta vez, os candidatos deverão ter conhecimentos de Inglês e Direito Penal. A seleção ocorrerá por meio de duas provas, ambas eliminatórias, realizadas em dois domingos subsequentes.

Defensoria Pública: Organizador ainda não foi definido

Enviado por: admin em: 03-09-2013 23:33:22 (602 leituras) Concursos Públicos Estaduais

Defensoria PúblicaApesar de a Assessoria de Imprensa da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro continuar mantendo a previsão de que o edital do concurso para 311 vagas em cargos da área de apoio sairá ainda neste mês de agosto, até o momento, não há informações a respeito da escolha da organizadora da seleção. O concurso, o segundo a ser realizado para o quadro de apoio, oferecerá 311 vagas, distribuídas da seguinte forma: 251 para técnico superior jurídico (para graduados em Direito), 50 para técnico superior especializado (nível superior em áreas específicas) e dez para técnico médio (nível médio completo). Embora as áreas de técnico especializado não tenham sido informadas, segundo a Lei nº 5658/10, que cria o quadro de apoio da Defensoria, a carreira é aberta a graduados em Informática, Engenharia, Contabilidade, Assistência Social, Psicologia, Biologia, Biblioteconomia, Comunicação Social, Administração e Economia e Estatística.  A remuneração é de R$2.944 para o técnico médio e de R$3.589 para técnico superior jurídico e técnico superior especializado.